Domínio dos Mares de Morros

Domínio morfoclimático dos mares de morros

Domínios Morfoclimáticos do Brasil
domínio morfoclimático dos mares de morro

O domínio dos mares de morros ocupa o litoral brasileiro, estendendo-se desde o Nordeste até o Sul do país.

Relevo do domínio dos mares de morros

O relevo da região, que deu origem à designação deste domínio morfoclimático, caracteriza-se pela presença de morros arredondados, planaltos e serras, dentre as quais se destaca a Serra do Mar.

Clima do domínio dos mares de morros

Apesar de o clima dos mares de morros poder apresentar variações consoante as regiões, o clima tropical úmido é predominante.

Por conta do clima tropical de altas temperaturas, o índice de chuva é alto. Isso pode fazer com que as encostas não sejam tão seguras; o risco de desabamentos é constante.

Hidrografia do domínio dos mares de morros

No que diz respeito à hidrografia, este domínio morfoclimático apresenta um vasto volume de água. Ele abrange duas importantes bacias hidrográficas brasileiras: a Bacia hidrográfica do Rio Paraná e a Bacia hidrográfica do Rio São Francisco. Além disso, também dispõe de importantes hidrelétricas: a do Rio Paraná, a de São Simão e a de Três Marias.

Apesar da abundância de água, uma grande parte dos rios dos mares de morros apresenta sérios problemas relacionados à poluição e à contaminação.

Solo do domínio dos mares de morros

Relativamente ao tipo de solo, um dos predominantes neste domínio é o massapé. Ele é formado pela decomposição do granito e do gnaisse na mata nordestina. Outro solo de destaque é o salmourão, que é formado pela destruição e decomposição química do granito na Região Sudeste. Por conta da boa irrigação, o solo dos mares de morros é bastante fértil.

Vegetação do domínio dos mares de morros

A vegetação dos mares de morros é uma das mais prejudicadas no que diz respeito à preservação. A expansão da agricultura comercial, o desmatamento para exploração de madeira e o desenvolvimento de centros urbanos são alguns dos fatores que contribuem para esse cenário.

Na região, a vegetação típica é a da Mata Atlântica, também chamada de Floresta Tropical Úmida, que devido à devastação ambiental está representada por apenas 7% da sua extensão original (geralmente em locais de difícil acesso).

20161103-mares-morros

 A devastação da Mata Atlântica tem agravado os processos erosivos que atingem suas áreas de ocorrência. Sujeitas a chuvas intensas e concentradas nos meses do verão, essas áreas sofrem desmoronamentos, em especial nas escarpas mais íngremes.

https://www.todamateria.com.br/dominios-morfoclimaticos/

Questões

1) Por que a mata atlântica apresenta uma alta biodiversidade?

2) Por que essa paisagem exibe “morros arredondados e encostas suaves” em seu relevo?

3) Por que a mata atlântica é uma das vegetações mais devastadas do Brasil? Aponte uma consequência desse fato?

4) Explique a formação de chuvas orográficas.

Domínio Amazônico

#geoverdade

Prof. Luciano Mannarino



Categorias:ATIVIDADES, Rio de Janeiro, Vegetação

Tags:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: