crônicas

Tu sais à qui tu parles?

Tu sais à qui tu parles?

O isolamento lhe fez muito mal, pois ficou impedido de exercer, diante de “mortais”, suas prerrogativas de “Deus”.

Enclausurado, seu Ego o questionava.

– Cadê o “Sabe com que tá falando?” Você sabe que preciso deles.

Então, desacatando a lei, o magistrado resolveu passear em vias públicas esperando ser questionado.

Assim, com direito a telefone para seus pares, expressões em francês, multas rasgadas, dedo na cara, ofensas etc, despejaria toda a sua prepotência e arrogância até ser plenamente saciado, aí então poderia ir para casa.

Digo Olimpo.

Alguém já disse que juízes acham que são deuses, desembargadores tem a certeza que são!

Luciano Mannarino é Prof. de Geografia do Ensino Médio e mortal!

0 comentário em “Tu sais à qui tu parles?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: