Indecifrável

Indecifrável

Sei que sonho, e muito

No entanto, não me lembro deles quando acordo

Seus Significados, sentidos e metáforas se perdem

Agora

Todas as noites

Oculto, impune e despudoradamente 

Meu inconsciente

Brinca com meus desejos, angústias, dores…

Enquanto vela meu sono.

Talvez tenha se cansado de mim

Ou eu dele!

Autor: Luciano Mannarino

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s