Idiota!

Quando eu chegar vejo isso, mas você é um idiota mesmo! Droga…

Foi o que meu Tio disse ao telefone quando falei sobre a fuga de seu passarinho da gaiola.

Era minha tarefa diária, limpar o fundo, trocar a água e repor o alpiste. Só isso.

Mas não sei o que aconteceu, ele passou pelas minhas mãos.

Deixei a gaiola com a entrada aberta encostada num canto e fui fazer outras coisas, mas a bronca que levei pelo telefone renderia mais quando ele chegasse, conhecia o seu tom de voz.

Já quase no final da tarde eu me surpreendi com algo surreal.  O passarinho estava dentro da gaiola.

Ele havia entrado.

Sorrateiramente eu fechei a porta e pronto.

Um alívio tomou conta de mim e quando meu tio chegou ele não entendeu direito o que tinha acontecido e pediu para tomar mais cuidado.

Muito tempo depois um senhor, que cuidava de passarinhos, me disse que quando ele volta, voltará sempre.

– Por quê?

Porque ele confia em você e espera que você confie nele filho!

E eu achava que aquele pássaro fosse um idiota, pois tinha desperdiçado sua a única oportunidade de ser livre.

Viveu mais uns 5 anos até que morreu de velhice dentro da gaiola.

Meu tio tinha razão!!!

Prof Luciano Mannarino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s