Non pessiore Dio…

Non pessiore Dio…

Bisavó Maria Tereza chegou ao Brasil por volta da década de 1950.
Reclusa e sempre vestida de negro, não falava uma palavra em português.
Meu avô fez um cantinho para ela na casa e ali vivia.

Toda tarde, por volta das 18:00, se recolhia e de joelhos rezava com absoluta fé sob os olhos dos netos que admiravam seu compromisso com Deus

Non peggiorare Dio, lascialo così com’è, non peggiorare

Em suas preces havia uma pessoa que pedia para que as coisas não piorassem.

Não queria mais sofrer!

Logo após, se erguia com muita dificuldade e sentava próxima a janela para contemplar o entardecer.

Maria Tereza havia finalmente encontrado paz depois de ter vivido duas Grandes Guerras Mundiais.

Luciano Mannarino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s